Brasil de Sucesso – 26 de Agosto de 2019

Brasil de Sucesso - 26 de Agosto de 2019

Brasil de Sucesso – 26 de Agosto de 2019

Uma seleção de boas notícias do Brasil, nos setores de economia, empregos, tecnologia e inovação!

Produção de energia eólica garante renda e investimentos nas comunidades rurais do RN

Estado tem condições favoráveis para a produção deste tipo de energia, tornando o estado um dos principais fornecedores desta matriz.

Produtores rurais de sertão do Rio Grande do Norte estão ganhando dinheiro com o vento. Eles estão arrendando parte de suas terras para empresas de energia eólica, que levam sustentabilidade e investimentos para a região.

Estudos mostram que os ventos no Brasil são os melhores do mundo para a produção deste tipo de energia, e a equipe do Globo Rural foi acompanhar como é a situação do homem do campo após a chegada dessas empresas.

O agricultor Romão José da Silva produz em uma área de 300 hectares, em uma propriedade localizada no município de João Câmara, a 100 km de Natal. Ele sempre enfrentou dificuldades para se manter na atividade, muitos custos e a seca não ajudava na produção, mas a solução chegou há 7 anos, quando uma empresa de energia o procurou para arrendar suas terras.

“Quando chegou a equipe falando sobre essa história de aerogerador, eu tive a maior alegria porque eu ia pegar dinheiro, mas confuso sem entender o que isso significava”, afirma Silva.

O produtor descobriu depois que o sítio dele fica em uma região muito boa de ventos, ideal para a produção de energia eólica. Na propriedade dele, foram instalados três aerogeradores, que se parecem com cataventos gigantes.

Pelo arrendamento o agricultor recebe pelo arrendamento da terra R$ 3.000 por mês. Com o contrato, ele também ganhou um trator, um poço, uma mini estação de energia solar e um sistema de irrigação para 10 hectares.

“Foi a salvação da nossa região”, comemora Romão José da Silva.

“As empresas arrendam a propriedade para permitir que o proprietário possa continuar com a sua atividade agropecuária normal, como ele já executava antes da chegada do parque eólico”, explica o superintendente de operações eólicas Ricardo Barbosa.

Veja a matéria completa no link!


Empresário cria escola para qualificar profissionais da construção civil

Escola possui 12 cursos de até 16 meses. A mensalidade varia de R$ 150 a R$ 280. Existem aulas teóricas e, principalmente, práticas.

A construção civil é uma área em que o treinamento é fundamental. Um profissional com pouca formação pode dar muita dor de cabeça para reformar a casa. De olho nesse setor, um empresário criou um curso de capacitação para qualificar esses prestadores de serviço.

O empresário Celso Britto trabalha com reforma e construção há mais de 20 anos. “Eu sempre tive dificuldade de encontrar bons profissionais. E com isso veio o ‘start’ de montar a escola e qualificar pessoas e trazer essas pessoas para a gente”.

Em 2013, Celso e os dois filhos investiram R$ 500 mil para abrir um espaço para poder dar aulas. O local possui 12 cursos de até 16 meses. A mensalidade varia de R$ 150 a R$ 280. Existem aulas teóricas e, principalmente, práticas.

“Pedreiro, eletricista, instalador de ar condicionado, pintor, automação, elétrica, que são cursos que têm uma extrema demanda nesse país e nós precisamos de profissionais qualificados, nós precisamos de profissionais que realmente conheçam da área”, explica Celso.

Mas não é o trabalho em sim que é passado nas aulas. A escola também faz questão de mostrar a importância da organização, da pontualidade e do bom atendimento.

Para o engenheiro civil Marco Adoor, esse são pontos decisivos para ganhar esse mercado. “As pessoas estão procurando se qualificar e se diferenciar, aprendendo um pouco mais de técnicas de gestão, de atendimento ao cliente, e eles passam a ser um prestador de serviço mais qualificado, e já começa a pensar como um microempresário.


Alunos brasileiros criam filtro pra astronautas no espaço

Estudantes brasileiros de Santa Catarina criaram um experimento de filtro de água que foi enviado por um foguete da Space X para astronautas da Estação Internacional, a ISS.

A invenção é de quatro alunos do segundo ano do ensino médio do Instituto Federal de Santa Catarina do Campus Xanxerê: Isabela Battistella, Ricardo Cenci (ambos de 18 anos), Renata Müller e Roberta Debortoli, ambos de 17.

A iniciativa, desenvolvida pela Missão Garatéa com apoio do Instituto TIM, prepara alunos de escolas públicas e particulares brasileiras para o Student Spaceflight Experiments Program (SSEP), concurso internacional que seleciona criações de estudantes para voarem até a ISS.

Debortoli conta que o experimento criado por seu grupo tem funcionamento baseado no filtro de barro brasileiro: ele também tem o carvão ativado como agente filtrante. Como no espaço a gravidade é bem mais baixa do que na Terra, foi necessário adaptar o mecanismo.

“Nosso experimento utiliza a capilaridade, um fenômeno físico que substitui a gravidade no processo de filtração”, afirma a aluna. Ela explica que a capilaridade causa tensão superficial em tubos finos, ou seja, ela une as moléculas do líquido e faz com que os fluidos se desloquem ainda que estejam em baixa força gravitacional.

Veja no link como funciona a invenção!


Preço e produtividade da colheita de milho animam agricultores no MS

Produção deve chegar a 11,4 milhões de toneladas. Cerca de 95% da área de cultivo já foi colhida.

A produção de milho deve chegar a 11,4 milhões de toneladas em Mato Grosso do Sul. O mercado e os preços estão bons e animam os agricultores da região, que já colheram 95% da área destinada ao cultivo do cereal.

Nesta temporada, as associações estimam uma colheita até 80% maior do que o ciclo passado, quando o rendimento das lavouras foi afetado pelo tempo seco.

A saca de 60 kg do milho estava valendo até R$ 29 na última semana, o mesmo valor de janeiro. O que é positivo, já que o preço tende a cair na época da colheita.

“Esse patamar está muito bom pra nós produtores”, disse o agricultor Márcio Gianluppi, que plantou 1,4 mil hectares em Sidrolândia, região central do estado.


E-mail: clientes@insertseguros.com.br

Telefone: (11) 2023-8890 | WhatsApp: (11) 9 9483-5149

Rua Tijuco Preto, 393, Cobertura, Tatuapé, São Paulo/SP – CEP 03316000

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *