Brasil de Sucesso – 15 de Julho de 2019

Brasil de Sucesso  - 15 de Julho de 2019

Brasil de Sucesso – 15 de Julho de 2019

Como falamos no começo de Julho, mudamos o formato do Brasil de Sucesso: agora ele é quinzenal!

E no artigo de hoje, temos muitas notícias sobre importantes melhoras na economia do país e no cenário futuro.

Veja:

Após quatro meses em queda, atividade econômica volta a subir em maio, indica BC

Após quatro quedas consecutivas, o nível de atividade da economia brasileira registrou uma leve alta em maio, na comparação com o mês de abril, de acordo com os números divulgados pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira (15).

Segundo a instituição, o chamado Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) registrou uma alta de 0,54% neste período. O número foi calculado com “ajuste sazonal”, uma “compensação” para comparar períodos diferentes de um ano.

O IBC-Br, do Banco Central, é um indicador criado para tentar antecipar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB), que é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com maio de 2018, houve uma alta de 3,06% na atividade econômica. Na parcial do ano, foi registrada uma alta de 0,94% e, em 12 meses até maio, um crescimento de 1,31%. Esses valores foram calculados sem ajuste sazonal, pois consideram períodos iguais.

Leia a matéria na íntegra.

Inflação oficial fica em 0,01% em junho, a menor taxa do ano

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, ficou em 0,01% em junho, a menor taxa para 2019, segundo divulgou nesta quarta-feira (10) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Foi a menor inflação para meses de junho desde 2017 (-0,23%) e também a menor variação mensal desde novembro, quando houve deflação de 0,21%, ajudada pela sazonalidade favorável, queda dos preços dos alimentos e pela fraqueza da economia, que dificulta os reajustes.

Perspectivas e meta de inflação

A meta central de inflação deste ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância varia de 2,75% a 5,75%. A meta é fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Para alcançá-la, o Banco Central eleva ou reduz a taxa básica de juros da economia (Selic), que está estacionada há mais de um ano na mínima histórica de 6,5%.

Matéria completa no G1.

Bovespa opera em alta nesta segunda-feira

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, opera em alta nesta segunda-feira. Todos estão de olho no cenário pós-aprovação do texto principal da Previdência.

Hoje, às 10h54, o Ibovespa subia 0,27%, a 104.184 pontos.

Número de investidores ativos na B3 chegou a 1,161 milhão em junho

O número de investidores ativos na B3 chegou a 1,161 milhão em junho, com alta de 58,6% no ano. Sendo que o número de investidores pessoas físicas chegou a 1,137 milhão!

Leia a matéria completa aqui!

Mappin volta ao mercado, agora pela internet

A famosa loja dos anos 80/90 voltou ao mercado renovada, como um e-commerce!

Após sua falência no ano de 1999, o Mappin foi comprado pela Marabraz em 20019, e agora é comandada pelo Blue Group, que comanda também, as operações digitais da varejista.

O Mappin teve o aporte de R$ 4 milhões e venderá mais de 15 mil itens, de diversos seguimentos. Mas a proposta da empresa agora é trabalhar com produtos exclusivos que tenham design voltado para a funcionalidade, como uma cadeira que vira estante e gavetas que se transformam em bancos.

Sobre um possível retorno às lojas físicas, a previsão é de que o Mappin volte às ruas de São Paulo no início de 2020.

Fonte: Só Notícia Boa

Nº de passageiros internacionais em Viracopos é o melhor da história no primeiro semestre

O fluxo de passageiros internacionais no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), foi o melhor da história da concessão, de acordo com um levantamento feito pelo G1, com base em dados da concessionária Aeroportos Brasil, que administra a estrutura. Segundo o balanço, de janeiro a junho passaram pelo terminal 438,7 mil turistas com partidas ou chegadas de outros países.

O índice ainda cresceu 37% em cinco anos e ultrapassou o número de 2015, quando 319,2 mil passageiros internacionais estiveram no aeroporto. Segundo os dados da concessionária, a marca deste ano correspondeu a 8% da movimentação total de Viracopos no primeiro semestre, que foi de 5,1 milhões de pessoas.

Os voos internacionais são, inclusive, a principal razão apontada por Viracopos para a reação do aeroporto. 

Fonte: G1

Paraty e Ilha Grande agora são Patrimônio Mundial da Unesco

A cultura e a riqueza biológica da região Paraty e Ilha Grande, no litoral do estado do Rio de Janeiro, receberam na sexta dia 5, o título de Patrimônio Mundial da Unesco.

É uma valorização do refúgio para as espécies raras da Mata Atlântica e uma conquista inédita na América Latina das ruas e casas construídas há mais de 200 anos.

Quatro reservas naturais foram demarcadas pelo título da Unesco:

  • Parque Nacional da Serra da Bocaina
  • Área de Proteção Ambiental (APA) de Cairuçu
  • Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e
  • Parque Estadual da Ilha Grande

Juntas, elas representam quase 1.500 quilômetros quadrados, praticamente o mesmo tamanho da cidade de São Paulo.

O título também reconhece a importância cultural de outros grupos que construíram Paraty.

Fonte: Jornal Nacional

Governo anunciará mudanças no sistema de recuperação e falência de empresas, diz secretário

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou nesta sexta-feira (12) que o governo vai anunciar “em breve” uma mudança estrutural em todo o sistema de recuperação e falência.

“Estamos em diálogo com o Congresso Nacional e muito em breve anunciaremos uma mudança estrutural em todo o sistema recuperacional e falimentar do país”, disse Rodrigues.

Sem dar detalhes de quais mudanças seriam feitas, o secretário afirmou que o Brasil tem um baixo índice de recuperação judicial, extrajudicial e de falências.

“Nossa performance é muito ruim em recuperação judicial e falências. Recuperamos muito menos que a média da América Latina”, completou.

Segundo ele, enquanto a média da América Latina é de recuperação de 45 centavos de cada unidade monetária em recuperação judicial ou extrajudicial, o Brasil recupera de 23 a 24 centavos.

Rodrigues afirmou que o total de empresas que está hoje em recuperação judicial representa um crédito de R$ 283 bilhões.

De acordo com dados divulgados pelo secretário, em 2016 o número de pedidos de recuperação judicial foi 7 vezes maior do que em períodos normais e mais de três vezes maior do que o registrado após a crise econômica mundial de 2008.

Fonte: Globo.com


Artigo produzido por: Maitê Sarchiolo – Analista de Comunicação e Marketing.
LinkedIn: Maitê Sarchiolo


E-mail: clientes@insertseguros.com.br

Telefone: (11) 2023-8890 | WhatsApp: (11) 9 9483-5149

Rua Tijuco Preto, 393, Cobertura, Tatuapé, São Paulo/SP – CEP 03316000

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *